Curto diálogo com as paredes II

       É engraçado! Quando lá dentro do ser poeta... Um grito inflama, pulsa e fazem dos minutos fragmentos de uma história. Cria asas, formas, trepida, arquitetando seu nascimento. Incontrolavelmente se torna ser...Evidenciando, participando ativamente de todos os momentos.
       Lá estava ela (vida). "Conjunto de propriedades e qualidades graças às quais animais e plantas, ao contrário dos organismos mortos ou da matéria bruta, se mantêm em contínua atividade, manifestada em funções orgânicas tais como o metabolismo, o crescimento, a reação a estímulos, a adaptação ao meio, a reprodução, e outras; existência...". Ela se fazia grito dentro de mim, arranhando de forma curiosa meu útero imaginário, em contrações pedia-me luz. E com as letras pude traze-la ao mundo. Vida momento divino, poético em que os sonhos são plantados, quem sabe até mesmo conquistados, espaço de refazenda, reconquistas e reencontros, paraíso de luz e amadurecimento... Vida eterna, sol de todas as estações, estrela divinal ao longo do caminho, como não lhe agradecer as fartas espigas, a terra bendita que acolhe as sementes, vida, berço infindo de esperanças renovadas, retrato fiel de outras tantas que vivi. Poema liberdade em estrofes e sons, imagens que se foram, mas sempre existiram, vida, pássaro alado em indecifrável vôo, pontos e pontas aos passos e poços, vida, ar, matéria, pensamentos, atitudes em versos, folhas de tantos outonos, força que caminha, ama, liga, busca respostas, e quando não as tem, continua mais além. Vida aqui está! Até que retenhas meu verbo e faça de meus suspiros o que quiseres. 
        



Escrito por Weder Soares às 02h43
[   ] [ envie esta mensagem ]





Vida

Sentir o toque/

da brisa

nas pautas do amanhecer/

Poéticamente feliz.



Escrito por Weder Soares às 10h10
[   ] [ envie esta mensagem ]



[ ver mensagens anteriores ]




 
Meu perfil
BRASIL, Centro-Oeste, GOIANIA, PARQUE AMAZONIA, Homem, de 36 a 45 anos, Portuguese, Portuguese, Arte e cultura, Música, Estar com a família
MSN - wederpoetago@hotmail.com
Histórico
  19/09/2010 a 25/09/2010
  08/04/2007 a 14/04/2007
  01/04/2007 a 07/04/2007
  25/03/2007 a 31/03/2007
  18/03/2007 a 24/03/2007
  17/09/2006 a 23/09/2006
  29/01/2006 a 04/02/2006
  16/10/2005 a 22/10/2005
  25/09/2005 a 01/10/2005
  04/09/2005 a 10/09/2005
  21/08/2005 a 27/08/2005
  24/07/2005 a 30/07/2005
  17/07/2005 a 23/07/2005
  10/07/2005 a 16/07/2005
  03/07/2005 a 09/07/2005
  26/06/2005 a 02/07/2005
  19/06/2005 a 25/06/2005
  12/06/2005 a 18/06/2005
  05/06/2005 a 11/06/2005
  22/05/2005 a 28/05/2005
  15/05/2005 a 21/05/2005
  08/05/2005 a 14/05/2005
  01/05/2005 a 07/05/2005
  24/04/2005 a 30/04/2005
  17/04/2005 a 23/04/2005
  10/04/2005 a 16/04/2005
  03/04/2005 a 09/04/2005
  27/03/2005 a 02/04/2005
  20/03/2005 a 26/03/2005
  13/03/2005 a 19/03/2005
  06/03/2005 a 12/03/2005
  27/02/2005 a 05/03/2005
  20/02/2005 a 26/02/2005
  13/02/2005 a 19/02/2005
  06/02/2005 a 12/02/2005
  30/01/2005 a 05/02/2005
  23/01/2005 a 29/01/2005
  16/01/2005 a 22/01/2005
  09/01/2005 a 15/01/2005
  19/12/2004 a 25/12/2004
  12/12/2004 a 18/12/2004
  05/12/2004 a 11/12/2004
  28/11/2004 a 04/12/2004
  21/11/2004 a 27/11/2004
  14/11/2004 a 20/11/2004


Outros sites
  UOL - O melhor conteúdo
  Mar da Poesia
  Retalhos Amigos
  Poesias - Minha vida - Minha Paixão
  proseando com Mariza
  Olhares da Poesia - Pupila
  FACA de FOGO - Mario César
  Poetar
  Poros e Cendais
  Poesia Sim - Lau Siqueira
  Pulsar Poético
  Acrosticos
  Mulher de 30 e poucos
  Jardim de Letras
  Loba, corpus et Anima
  Pretensos Colóquios, por Dora Vilela
  Noites em Claro
  Tábua de marés - Márcia Maia
  Pedagogia - Nilda
  En leio
  O_nosso_PaLaVrEaDo
  O lugar certo
  Préludio de devaneios
  Poetando sempre com as estrelas
  Cuidado, estão te espiando!
  Desaforum
  palavra p - Ana Peluso
  Zumbi escutando blues
  Sensível Diferença
  Voando pelo céu da boca - Dira Vieira
  Escritora Caipira - Um Dedo de Prosa
  Domínio Público - Flávio Machado
  O Apanhador de Sonhos - Bené Chaves
  Luanda - Luciana Barbosa
  Nem Choro Nem Vela Para Mim
  Nossos pensamentos e poemas
  ...AtrAvÉs de MiM... Kathy
  Letras e Tempestades - Simone Oliveira
  Literatura é o colírio dos olhos da alma - Vivian Luiz
  Efervescências
  Moacir Caetano
  Poemas e Devaneios - Sandra
  Ponto Gê - Geórgia
  Solidão de Alma - Soni@ Pallone
  Efervencências - Luz
  Blog do Jocyvan Hermano Ventura
  Traduzir-se... Será arte?
  Agreste - Manoel Carlos
  Letras e tempestades
  Ser Somente Mulher - Tânia
  Espaço Aberto - Debate e Discursões
  Alcinéa Cavalcante
  Carlos Besen
  Metrópole em Poesia
  Nada é por acaso
  O barco de papel - J.Ventura
  Alex Sens
Votação
  Dê uma nota para meu blog